Tessituras - tramas de som e luz por Karla Pessôa

Rate this item
(1 Vote)

 

A partir de 7 de julho, a Matilha Cultural vai ser palco da exposição Tessituras - tramas de som e luz, da diretora de arte, cenógrafa, figurinista e fotógrafa Karla Pessôa. A exposição é composta por autorretratos impressos em grande formato, resulta de intensa pesquisa de luz, som e suas intervenções sobre o corpo e a cena. A exposição conta com trilha sonora exclusiva composta pelo premiado músico Ivo Senra. A curadoria é da museóloga Karina Muniz Viana. Tessituras - tramas de som e luz fica em cartaz de 7 de julho a 6 de agosto de 2017.

Tessituras - tramas de som e luz trata de questões íntimas da artista, mas que se desdobram em questões contemporâneas num tempo de exposição maciça e falta de reflexão. Nas palavras da curadora: "Pessôa, à frente de seu tempo, transmite em imagens 'sensíveis' o que o inconsciente humano desenha e movimenta aleatoriamente, em um jogo continuado de formas e sensações. Como navalha que rompe, penetra e liberta, sua produção trouxe aos nossos olhos um manifesto de clamor à libertação pragmática".

O processo de construção das imagens contou com a presença da curadora, que após concluído, seguiu para as mãos do compositor Ivo Senra. A trilha sonora original é parte fundamental da exposição, assim como o projeto de iluminação, assinado pro Djalma Amaral: sem elas, as imagens impressas e as cronofotografias perderiam toda sua potência. Karla Pessôa atua há mais de 18 anos no meio cultural e sua ligação com a música é muito forte, tendo trabalhado como figurinista, cenógrafa, diretora de arte e fotógrafa com artistas dos mais variados estilos como Isabella Taviani, Bianca Gismonti, Thiago Amud e Mariana Baltar. Dessa vivência intensa com a música veio a necessidade de embalar suas imagens com uma trilha exclusiva, pensada para a exposição sob encomenda.

 

Sobre Karla Pessôa

Mais conhecida no meio artístico como Karla Pê é formada em Belas Artes, pela UFRJ, e em design, pela UESA. Idealizadora da empresa Mais e Melhores, onde atua como fotógrafa, figurinista, cenógrafa e diretora de arte. Na área musical, desenvolveu projetos de cenários e figurinos para Isabella Taviani, Mariana Baltar, Duo Gisbranco (tour nacional e internacional), PianOrquestra como figurinista/cenógrafa (tour nacional e internacional), Bianca Gismonti e Thiago Amud. Para TV, criou figurino para o programa "Som Brasil" (Mariana Baltar), a microssérie "Capitu" (personagem José Dias), o clipe das músicas "Serra do Céu" (Duo Gisbranco) e "Presente Passado" (Isabella Taviani) e peças avulsas para a novela "Lado a Lado". No teatro, elaborou cenários e figurinos para a peça "JUMBO - Eu visito a tua ausência" (direção de Joana Lebreiro) e "Histórias de Alexandre" (direção de Antônio Karnewale). Em 2013 e 2014 criou a cenografia para o Festival MIMO (Paraty, Ouro Preto, Olinda e Tiradentes) e assinou a produção de arte da exposição "Virei Viral" no CCBB-RJ. Criou o projeto expográfico para a mostra "Espectros Contemporâneos" dentro do Festival Sesc de Inverno (Sesc Nova Friburgo) e para a mostra "Clube do Jazz e Bossa" (Sesc Nova Friburgo) em 2013; e para a mostra "Grafite em Movimento", também para o Festival Sesc de Inverno (Sesc Nova Friburgo e Quitandinha) em 2014. Em 2016 assinou a direção de arte do programa "Onde anda a canção?" e da revista "Acorde!". Em 2017, assinou o projeto expográfico para a mostra Palavra Líquida - traço e questão de gênero" no Sesc Tijuca.

 

Sobre a curadoria

Karina Muniz Viana, mineira de Pouso Alegre é Museóloga dedicada à gestão de museus desde 2004. Graduou-se em Gravura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná em 2007, onde teve a oportunidade de estudar História da Arte e Fotografia. Foi responsável pelo inventário da obra gráfica e pictórica de Uiara Bartira e Paul Garfunkel. Assinou a curadoria da exposição de Bartira - Conciliar - realizada no Museu de Arte Contemporânea do Paraná - MAC PR, em 2012. No ambiente dos museus, explora as novas tecnologias da informação e comunicação e o empoderamento do indivíduo globalizado frente ao ciberespaço.

De pronto aceitou o convite da artista para assinar a curadoria e mergulhou no processo com olhar aguçado e observações pertinentes.

 

 

ABERTURA

MATILHA CULTURAL

ESPAÇO ARENA 2º andar

Data: 07 de Julho

Horário: 19h

 

Período Expositivo: 07/07 á 06/08 

 

Rua Rego Freitas, 542 - São Paulo

Tel.: (11) 3256-2636

Horários de funcionamento: terça-feira a domingo, da 12h às 20h/ exceto sábados: 14h às 20h

Wi-fi grátis

Cartões: VISA (débito/ crédito)

 

Entrada livre e gratuita, inclusive para cães

back to top